Aqui é mostrada uma listagem de todos os Seminários Laborais existentes na plataforma Moodle do CENERTEC.

INTRODUÇÃO

No atual contexto de Mercado Livre de eletricidade, a eletricidade é uma "commodity" e é imperativo que tenhamos metodologias e ferramentas que potenciem as tarifas de aquisição de eletricidade. Há muito que deixamos de ter fornecedor unico. Atualmente para o sector da industria existem mais de 20 potenciais fornecedor, cada um com a sua especificidade, sendo possível adquirir a eletricidade a tarifa fixa, variável, mista ....
O leque da oferta é substancial, o que potencia a aquisição de eletricidade. Adquirir electricidade ao melhor preço é possível e está ao alcance de todas as empresas.

INTRODUÇÃO

No seminário de Arquivo e Gestão Documental pretende-se abordar os fundamentos do arquivo físico que devem orientar os profissionais, para que o arquivo seja um potenciador da produtividade, reduzindo perdas de tempo à procura de documentos que não se sabe onde estão. Pretendemos apresentar soluções práticas, métodos eficazes que permitam a todos os profissionais gerir os seus documentos e da sua equipa, da forma mais eficaz

INTRODUÇÃO

Termina a 31 de dezembro de 2017 o prazo para uso das Guias de Acompanhamento de Resíduos – Modelo A. A partir de 1 de janeiro de 2018, apenas as guias eletrónicas de acompanhamento de resíduos, emitidas no SILiAmb (e-GAR), serão válidas para o transporte de resíduos. Venha a este Seminário que nós explicamos as regras de funcionamento das e-GAR. Não deixe para o último dia a transição para o novo formato. Evite coimas!
 
As Guias Eletrónicas de Acompanhamento de Resíduos (e-GAR) estavam já previstas desde 2011, pelo Decreto-Lei n.º 73/2011, de 17 de junho, que republicou o Regime Geral da Gestão de Resíduos, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 178/2006, de 5 de setembro. No entanto, apenas em abril de 2017 foi publicada a Portaria que regulamenta o funcionamento deste modelo de guia de transporte de resíduos: Portaria n.º 145/2017, de 26 de abril. Esta Portaria entrou em vigor a 1 de maio de 2017 e prevê um período de transição, onde é possível, ainda, o uso do anterior modelo de Guia de Acompanhamento de Resíduos (Modelo A - Modelo 1428 da Imprensa Nacional - Casa da Moeda) que termina a 31 de dezembro deste ano.
As e-GAR vão ser emitidas a partir de um módulo, desenvolvido pela Agência Portuguesa do Ambiente, existente na plataforma do SILiAmb.
Este novo procedimento, que implica o cumprimento de um conjunto de obrigações por parte de todos os intervenientes no transporte de resíduos, assim como outras regras, que deverão ser cumpridas nesse transporte, vão ser explicados neste Seminário. Assim, qualquer dúvida que possa surgir poderá ser imediatamente resolvida, de modo a simplificar o cumprimento deste requisito legal ambiental.

INTRODUÇÃO
 
O número de acidentes de trabalho mortais e incapacitantes continuam a ter um forte impacto nas empresas e no Estado. Com o passar dos anos e a implementação das medidas de segurança minoramos estes números mas não de uma forma significativa. Como refere a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), “a ocorrência de acidentes de trabalho ou de doenças profissionais constitui um forte indicador da existência de disfunções nos locais de trabalho e/ou nas respetivas envolventes”. Neste sentido, todos os intervenientes devem ser cooperantes no cumprimento de regras de segurança e saúde no trabalho para que as boas práticas do dia-a-dia sejam mais que meros cumprimentos de requisitos legais.
 
OBJECTIVOS
 
Este seminário tem dois grandes objectivos, por um lado dar a conhecer as obrigações inerentes aos responsáveis e por outro, advertir para as consequências e responsabilidades decorrentes da violação ou incumprimento das regras de segurança.
 
PROGRAMA
 
1. Enquadramento temático
2. Âmbito de aplicação das regras de SST
3. Caracterização das diversas obrigações na área da segurança 
4. Breve abordagem das diferentes responsabilidades que resultam do incumprimento de regras de segurança e consequências práticas
5. Noção de acidente de trabalho
6. Caracterização de acidente de trabalho
7. Descaracterização de acidente de trabalho
8. Acidente de trabalho que evidencie uma situação particularmente grave