Menu
37 ANOS
AO SERVIÇO DA FORMAÇÃO

CURSO LABORAL

Eficiência Energética em Sistemas de Bombagem

INTRODUÇÃO

Como sabemos, os sistemas de bombagem são parte integrante e fulcral na movimentação de fluídos nas mais diversas áreas e/ou sectores de actividade. Bastará para tal, fazendo um pequeno exercício ao nosso quotidiano, pensarmos que, quando tomamos banho, essa água chegou até nós, através de bombas, que o leite que bebemos de manhã foi sujeito a diversos processos de pasteurização, tratamento e embalagem onde as bombas estiveram sempre presentes, que quando acendemos a luz, grande parte dessa energia foi produzida através de sistemas onde as bombas desempenham um papel fundamenta, e por aí adiante. Não será por isso de estranhar que, necessitando as bombas de uma força motriz (maioritariamente eléctrica) para as accionar, o seu “peso” na factura energética e consequentemente nas emissões de CO2 são factores a considerar quando pretendemos optimizar recursos, aumentar rentabilidade e com isto aumentar a competitividade face a um mercado cada vez mais global. Hoje em dia existem já existem uma série de iniciativas e directivas que vão de encontro a este principio tendo em vista à promoção da optimização energética das instalações existentes e/ou novas instalações. É por isso importante, conhecermos os princípios que orientam a optimização energética em sistemas de bombagem, os métodos e ferramentas de diagnostico e as soluções que melhor se adaptam a cada caso concreto

OBJETIVOS

No final deste módulo os formandos estarão habilitados a uma mais eficiente selecção e utilização de bombas centrífugas, nomeadamente:
  • No projecto e dimensionamento hidráulico; parâmetros e características a considerar
  • Na selecção do tipo de bomba; tipos de instalação e características construtivas
  • No conhecimento dos principais componentes de uma bomba; materiais, tipos de impulsor e sistemas de selagem.
  • A avaliar a influência do dimensionamento da instalação no consumo energético
  • A utilizar o conceito “LCC - Life Cycle Costs” como ferramenta de apoio à decisão
  • No conhecimento da legislação “ErP – Energy Related Products” e sua aplicação
  • Na utilização da variação de velocidade; Vantagens e limitações
  • Em motores de alto rendimento; Características e vantagens.
  • Ferramentas e métodos de avaliação energética disponíveis
  • Preparação de simulações energéticas para apoio à decisão

PROGRAMA

Definir os parâmetros necessários ao dimensionamento
  • Caudal
  • Altura manométrica / Pressão
  • Influência do peso específico do fluído
  • Influência da viscosidade cinemática e suas limitações

Qual o tipo de bomba mais indicada à aplicação – critérios de selecção a utilizar
  • Tipo de instalação
  • Tipo de bomba
  • Tipo de impulsor
  • Sistema de selagem mais adequado
  • Materiais construtivos

Dimensionamento da bomba
  • Critérios de selecção
  • Conceito “Caudal óptimo” e suas implicações no desempenho do equipamento
  • “Life Cycle Costs” como critério de avaliação e comparação de soluções
  • Cavitação – causas e soluções

Variação de velocidade
  • Considerações gerais e tendências
  • Enquadramento legal (legislação “ErP”)
  • Factores a ter em conta nesta opção
  • Exemplos de cálculo e simulações de optimização energética

Optimização energética de instalações existentes
  • “Ferramentas” e métodos de avaliação
  • Apresentação de resultados – “Case Studies”

INTERESSA A

Este Curso de formação destina-se a todos os responsáveis pelos sistemas de transferência de fluídos, seja na área do projecto, da concepção ou reabilitação de processos e circuitos existentes, da área da energia e a todos aqueles que pretendam aprofundar os seus conhecimentos sobre este tema.

MÉTODOS PEDAGÓGICOS

Este módulo será apresentado com recurso a diversos meios audiovisuais. Serão apresentados alguns exercícios práticos que serão em seguida analisados e debatidos entre os formandos ponderando os vários cenários apresentados.

A pedido no nosso Formador aconselhamos que se façam acompanhar de Computador Portátil para facilitar e promover a participação nas actividades práticas.

Partilhe esta informação:

PEDIR MAIS INFORMAÇÃO
2016 © Cenertec - Centro de Energia e Tecnologia
Developed by Inovlancer